Puedes leer este artículo en

Nosso universo de clientes vem aumentando cada vez mais e como  são vocês quem melhor nos representam, nada melhor do que conhecer a história de quem usa a Cliengo . Neste artigo, Juan, dono da StoreHaus, vai nos contar sua experiência com a Cliengo e a análise de conversas, uma nova funcionalidade do chatbot que permitiu a ele entender o que mais lhe perguntavam.

A experiência da StoreHaus

StoreHaus é uma PME que comercializa Madeiras e Derivados. Eles vendem desde carpete de madeira, até piso vinílico, porcelanato, etc.

Através do site da empresa é possível comprar online e ainda entrar em contato através do nosso chatbot, se quiser uma atenção mais personalizada. Eles também possuem lojas físicas em La Plata, Argentina.

Eles nos contaram recentemente como estão utilizando a Cliengo para incrementar sua taxa de conversão e poder ganhar inteligência para atender os seus clientes.

“Consideramos que o chatbot é uma ferramenta muito útil, já que muitas vezes a compra de um piso não é realizado diretamente em nosso ecommerce, porque as pessoas querem justamente um atendimento mais detalhado de nossos vendedores””, nos conta Juan, dono da empresa.

Para poder realizar este tipo de venda, onde a ligação geralmente é mais consultiva, é necessário contar com uma equipe de vendas especializada que possa oferecer atenção e transmitir conhecimento para os consumidores.

“Neste tipo de estratégia, o chatbot da Cliengo possui um papel fundamental, já que se encarrega de forma eficiente de adquirir os dados de contato dos interessados para que logo os vendedores possam dar o seguimento na venda”.

Juán – StoreHaus

“O chatbot é uma ferramenta indispensável” – StoreHaus

A StoreHaus possui uma equipe de vendedores capacitados cuja tarefa é receber as consultas de potenciais consumidores e oferecer uma assessoria personalizada. O processo, sem duvidas, começa com o chatbot: “a principal vantagem da Cliengo é que antes do contato com o cliente, já possuímos a informação essencial para entender o que o potencial cliente deseja e assim conseguimos oferecer o melhor produto para cada projeto“.

O primeiro contato com o potencial cliente através do chatbot é realizado em um contexto conversacional, ou seja, mediante uma conversa fluida que difere e muito do tradicional formulário de contato, oferecendo grandes vantagens. “A diferença do formulário de contato, a taxa de conversão é melhor, assim como a qualidade do lead“, segundo Juan.

Descobrindo o que os clientes perguntam.

Há algumas semanas, Juan entrou em contato com a gente porque tinha uma dúvida que é bem comum a nossos clientes que possuem um grande fluxo no site: “Como podemos fazer para entender quais as questões/dúvidas comuns entre os nosso clientes?“. Já se sabe que perguntam sobre preço, horário de atendimento, etc, mas a demanda aqui é sobre casos mais específicos e recorrentes.

Esta é uma dúvida que muitos de nossos usuários possuem: o que os meus clientes mais me perguntam?

Na Cliengo entendemos esse desafio e por isso estamos colocando mãos à obra para dar cada vez mais inteligência e poder atender melhor a todos os nossos clientes.

Recentemente falamos sobre o lançamento da Cliengo I.A., a nova seção do blog dedicada a equipe de Machine Learning, sobre novidades de produtos, e assuntos relacionados a inteligência artificial. Neste contexto, e como resultado de nosso trabalho interno, lançamento nossa primeira funcionalidade relacionada a este assunto: Análise de Conversas.

O que é a Análise das Conversas?

Em poucas palavras, esta é uma nova funcionalidade que te dá a informação sobre as palavras mais mencionadas por seus clientes nas conversas realizadas através do chat da Cliengo. A análise permite ganhar inteligência sobre as suas conversas e incorporar melhorias para agregar ainda mais valor aos clientes, especialmente nas respostas automáticas.

Mas vamos deixar o Juan nos contar melhor:

“ Entrei em contato com a equipe da Cliengo, já que buscava ajuda com mais informações sobre as conversas dos meus clientes. Eles me enviaram um arquivo com as análises de frases e bigramas”. Essas bigramas são as palavras mais consultadas no chat, mas também poderiam ser as três ou quatro mais perguntadas.”

Juan – StoreHaus

Antes deste contato, na StoreHaus, não sabíamos quais eram respostas automáticas que deveriam configurar no chatbot. A partir do momento que obtiveram sua Análise de Conversas, agregam mais 18 respostas automáticas para atender melhor às consultas dos seus clientes. Impressionante!🔥🔥

As vantagens desta nova funcionalidade são tantas e vão desde uma melhoria na experiência conversacional dos usuários mediante as perguntas e respostas automáticas, até uma melhora substancial em todo o processo de vendas.

Além disso, essa informação é compilada e mostrada no CRM, tornando possível usar esta informação para otimizar outras ferramentas além de chatbot, como landing pages, palavras chaves, etc

As análises das conversas estão disponíveis para todos os usuários que tenham mais de mil conversas totais na Cliengo.

Esta quantidade se torna necessária para gerar massa crítica e assim reunir informação suficiente para poder aprender com as conversas e detectar bigramas e palavras mais usadas. Ainda assim, seguimos trabalhando muito para continuar desenvolvendo a inteligência do nosso produto.

Como nos explicou Juan: “Graças a esta análise, nossos vendedores recebem mais informações detalhadas e aumentam consideravelmente a qualidade da conversa com o cliente. Isso também melhora a qualidade dos leads que são gerados“.

Como acessar a sua Análise?

Se você deseja entender o que os seus clientes perguntam, assim como fez a StoreHouse, você precisa ter mais de mil conversas. Esse relatório é constantemente atualizado com seus bigramas e palavras mais frequentes.

Você pode ver a Análise de Conversas em sua conta clicando aqui.

NOTA: Esta é uma funcionalidade que está em BETA. Deseja sua análise e precisa de ajuda? Fale com a gente! Nossa equipe está pronta para ajudá-lo!

Análise de Conversas